Káren Fernandes Martins. Káren, nome derivado do grego o qual significa pura; Fernandes, de origem teutônica, significa ousada, inteligente; por fim, Martins, originário do latim, significa guerreira.

Nascida em 1 de março de 1988, na cidade de Campinas no Estado de São Paulo, filha de Amador Fernandes Martins Júnior e Maria Aparecida Araújo Fernandes Martins; e em 1991 foi presenteada com o nascimento de sua irmã, Bianca Fernandes Martins. Cresceu em uma família protestante, e passou a maior parte de sua vida na cidade de Hortolândia/SP.

Afirmou que era uma criança extremamente "levada", andou com 7 meses de idade e a única coisa que a acalmava quando tinha 6 (seis) meses era batucar com as tampas das panelas de sua mãe. Contou que, por três vezes, o inimigo das nossas almas tentou contra sua vida quando ainda criança.

Quando minha mãe estava grávida, queria que o sexo da criança fosse uma surpresa para o dia do nascimento, assim sendo, não fez o exame de ultrassonografia. Ela também tinha o sonho de ter o primeiro filho por parto normal. Contudo, o médico optou por fazer a cesária. E foi assim que, quando o doutor me tirou de dentro da barriga da minha mãe, verificou que o cordão umbilical estava com duas voltas em torno do meu pescoço! Se não fosse Deus cuidando da minha vida desde o ventre da minha mãe, certamente, estaria morta.

Com 5 anos de idade, fui pegar uma xícara em um armário, daqueles de inox, com todos os utensílios (facas, panelas, copos e pratos), o qual não estava preso na parede! Obviamente, eu era baixa demais para alcançar... assim, quando fui subir para pegar a tal xícara, o armário caiu sobre mim! Meu pai machucou todo o pé e mãos para levantar o mesmo. Minha mãe conta que me pegou morta em seus braços, me levantou e gritou para que Deus devolvesse a sua filha. Me levaram para o hospital, onde (...)
Próximo