Não que eu seja ultrapassada, tradicional ou antiga. Mas ainda acredito no amor, e me nego a me render ao sistema humano corrompido e deturpado. O amor genuíno e verdadeiro não pode ser explicado, se há explicação, então não é amor.

Fui criticada a vida inteira por acreditar que toda menina é uma princesa. E como princesa, não aceito nada menos que um príncipe! Príncipes e princesas não são pessoas perfeitas ou fruto de uma utopia idealizada... são apenas diferentes, especiais, raros...

Eu prefiro ouvir a voz de Deus e acreditar em Sua Palavra, pois ela fundamenta minha fé ao trazer em Salmos capítulo 37, verso 4, "agrada-te do Senhor e Ele satisfará os desejos do seu coração".

Eu sei que essas coisas de sentimento são complicadas. Muitas vezes parece que plantamos tantas sementes, contudo, nada colhemos! Creia... certamente os frutos virão, mas em estação própria... virão apenas no outono! Se desistirmos das nossas sementes no inverno, não colheremos os seus frutos. Por outro lado, se perseverarmos até o outono, colheremos infinitamente mais do que plantamos, uma vez que plantamos sementes, mas colheremos árvores.

A escolha é sua...

Você pode viver demasiadamente o hoje e esquecer do porvir, ou lembrar-se de que tudo o que plantamos, certamente colheremos.
Voltar